Home | Fale Conosco

 
 
 
 

   News

CATOCA CONTRIBUI PARA RECORD DE EXPLORAÇAO DE DIAMANTES EM ANGOLA

 

Angola atingiu Em 2015 um novo recorde em termos de produção de diamantes, com oito milhões, oitocentos e setenta e três mil quilates, rendendo ao país mil e cento e setenta e cinco milhões de dólares americanos (1.175.000.000). Catoca, maior empresa do Subsector diamantífero nacional participou com uma cota de produção acima de setenta porcento, anunciou o ministro da Geologia de Angola, Francisco Queirós, numa sessão de balanço das actividades em 2015.

"É de facto uma meta que conseguimos atingir, apesar dos tempos difíceis que se vivem no subsector dos diamantes porque os preços baixaram", sublinhando que apesar de se ter ultrapassado a produçao de 2014 o valor, em dinheiro, ficou abaixo do ano precedente dada a reduçao do preço médio do quilate no mercado internacional, ou seja, 1,303.000.000 em 2014 contra 1.175.000.000 em 2015.

"Apesar disso estamos felizes porque atingimos uma meta de produção bastante boa", salientou Francisco Queirós.

Acrescentou ainda que a produção ultrapassou, a meta prevista no Plano Nacional de Desenvolvimento (PND) revista, atingindo os 103% perspectivado para 2015.

"Estamos em presença de um ano que, em termos de produção, foi bastante positivo para o executivo", disse Francisco Queirós.

O titular da pasta da Geologia e Minas destacou no plano do licenciamento e cadastro, a emissão de 33 licenças, entre as quais se destacam 21 para a produção de rochas ornamentais e inertes, três para os diamantes e uma para o ouro, e que renderam ao Estado 120 milhões de kwanzas em pagamento de taxas e emolumentos.

O ministro acrescentou que foram tratados alguns projectos que em finais de 2016 e princípios de 2017 poderão entrar em funcionamento, sendo que no seu total exigirá um investimento de cerca de dois mil e quinhentos milhões de dólares )2.500.000.000) num horizonte aproximado de cinco anos, podendo gerar cerca de 3.500 empregos directos nesse período.

Tratam-se do projecto diamantífero Luaxe, na Lunda Sul, cuja entrada em funcionamento fará duplicar a produção de diamantes de Angola nos próximos cinco anos. Outros projectos dizem respeito à produção de ferro, nas províncias do Cuando Cubango e do Cuanza Norte )Cuchi e Cutato e Cerca, respectivamente), bem como para a produção de cobre, na província do Uíge (Mavoyo), de fosfato nas províncias do Zaire e de Cabinda (Lucunga e Cácata), e de ouro na província da Huíla.

O governante reforçou que "estes são os que estão mais estruturados e mais avançados, que nos permitem prever que possam entrar em funcionamento no final de 2016 e princípio de 2017 ", explicou.


 
Endereço:
Luanda/Angola - Sector Talatona – Luanda Sul - Tels.: 2226247000 | 2226247001 | Fax.: 222006140 | 222006141
Saurimo/Angola - Tels.: 222624000 | 222624001 | Fax.: 222624108